Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Eleição do Conselho Tutelar será refeita

Publicado em 29/08/2013 às 00:00 - Atualizado em 01/07/2014 às 17:36

O Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) informa que foi impugnada nesta quinta-feira, dia 29, a votação que escolheria os novos conselheiros tutelares. A medida foi tomada pelo Promotor da Comarca da Taió, Bruno Tridapalli, por irregularidades apresentadas durante o processo eleitoral.Na manhã desta quinta-feira, dia 29, o promotor e os membros do CMDCA conversaram com os candidatos e explicaram o motivo da anulação da eleição que aconteceu na última terça-feira, dia 27. Uma das normas desrespeitada durante a votação foi de que somente os eleitores que votam em Taió poderiam participar da eleição. “Durante toda a manhã desta quarta-feira, dia 28, uma equipe do CMDCA conferiu a lista de votação e verificou que algumas pessoas que não votam em Taió também participaram, o que é irregular”, explicou a diretora do Conselho Adriéli Juliana da Silva. A nova votação acontece no dia 17 de setembro, das 8h às 16h, no auditório Erna Heidrich, na Câmara de Vereadores. Somente os candidatos que já estavam inscritos poderão participar das eleições, sendo necessária a apresentação da carteira de identidade e título de eleitor para os eleitores que irão votar. “A comissão que estava trabalhando nas eleições e o próprio Ministério Público confiaram na boa fé dos eleitores não exigindo o título de eleitor, mas infelizmente vimos que isso não pode acontecer. Os votos irregulares poderiam ter mudado o resultado final da votação, além de serem ilegais, por isso decidimos por uma nova votação. Pedimos que a população compareça novamente no dia das eleições e faça valer esse direito de escolha, que é de todos”, ressaltou o Promotor de Justiça, Bruno Tridapalli. Assessoria de Comunicação: Karolina Bonin